26/06

Não era pra ser

texto-5

O tal do “não era pra ser” sempre nos persegue, não é? Primeiro a gente se encontra, depois se apaixona e por fim, o “não era pra ser” estraga tudo e nos faz voltar a estaca zero de novo. Essa frase já me deixou nervosa demais, triste demais, encucada demais. Você sempre a usou pra justificar o motivo pelo qual não estávamos juntos, só que eu sempre soube: Dava pra ser, sim!

Dava pra me abraçar e me fazer carinho até que eu conseguisse dormir, dava pra me ouvir cantar nos meus dias felizes, dava pra discutir comigo, dava pra me fazer te deixar ganhar nos nossos jogos, dava pra me amar e também dava pra continuar aqui. Do meu lado.

Dava pra sorrir ao me ver, dava pra me fazer surpresas, dava pra ir ao parque e ao cinema com você. Dava pra chorar no teu colo e te consolar enquanto você também o fazia. Dava pra morrer de rir e também argumentar muito contigo. Dava.

Eu sei que tudo aconteceu rápido demais, você foi rápido demais e eu burra o suficiente pra não entender que “aquilo” poderia se tornar alguma coisa. Quando me dei conta, você já tinha ido, eu tinha me apaixonado, mas não dava mais. NÃO-ERA-PRA-SER. Não poderia ser, porque nós nos forçamos a acreditar que as coisas simplesmente aconteceram assim por sei lá quais motivos. Que as coisas aconteceram na nossa vida, sem possibilidade de mudança. Mas deixa eu te contar um segredo bem legal: Talvez fosse pra ser. De verdade.

Eu teria sido a pessoa que te completaria, a pessoa que te escutaria e que te amaria até  de mau humor. Você teria sido o cara ciumento, engraçado e que me abraçaria até ter certeza de que eu seria só sua. Nós teríamos planejado nossas estantes de livros, um a um, imaginando o momento exato que leríamos aquelas histórias juntos. Nós nos aventuraríamos em busca de emoção e coisas novas.. Nós nos amaríamos por inteiro, sem pensar em momento algum o quão mal isso poderia fazer na gente.

Mas, como você sabe, NÃO ERA PRA SER.

Talvez fosse, mas isso a gente não vai saber nunca, né?

Jaqueline
Oi, eu sou a Jaqueline, mas pode me chamar de Jaque! Tenho 22 anos, sou formada em Administração de Empresas, apaixonada por livros e a louca da fotografia.Adoro dias frios, seriados (♥) e a combinação dos dois também. É aqui que compartilho meus sonhos, minhas alegrias e minhas incertezas. Esse é meu mundo na internet, espero que goste!
O que eu penso sobre nós
Eu sei
Surpresa boa


 

  • Pois é Jaque… Neste momento me ponho nessa mesma situação. O “Não era pra ser” acabou falando mais alto. E eu, eu decidi esquecer. Por mais que doa aqui dentro sabe? Por mais que aqui dentro eu esteja gritando. E o pior, por mais que eu tente esquecer, mais me vem na mente.
    Mais aí vem o “não era pra ser” tentar me convencer de que tudo isso nunca daria certo. E quem realmente vai saber se daria certo?
    Só sei de uma coisa, eu queria muito que tivesse dado… certo.

    • @Gyy Gomez, eu entendo bem como é isso. Aquela dúvida que a gente fica quando quer que aconteça e tudo acaba não acontecendo. Enfim, espero que você fique bem… beijos ♥

  • Esse texto leu minha alma agora rsrs
    Muito bonito e verdadeiro 😉
    P.s.: também sou de Brasília,é sempre bom saber que tem outra blogueira por perto rsrs
    Beijos
    http://www.fotografeumlivro.blogspot.com.br

    • @Antonia Franciele, ain, fico tão feliz que tenha gostado!
      Yayyyyy, outra blogueira de Brasília, que legal. Vou dar uma visitada no seu blog ♥
      Beijo

  • “Não era pra ser” é a melhor desculpa pra quem não quer fazer acontecer, pra quem se deixa abater pelas circunstâncias e não corre atrás do que quer 🙁

  • Olha, como eu identifiquei meu ex-relacionamento nesse texto, hein.
    Dói tanto pensar que a gente faz planos, constrói uma ligação tão forte com alguém e essa pessoa nem sequer se esforça para tentar e prefere arrumar desculpas para não estar junto.
    Como eu me magoei com esse meu último relacionamento por isso. A gente era super amigo, mas na hora de resolver as coisas ele não podia conversar comigo, ele não aceitava que eu gostava de cantar quando eu tava feliz, ele não entendia que as vezes eu queria um carinho e silêncio, mas ele preferiu se afastar… E eu aqui com meu coração na mão, doendo, mas um dia a gente para de sentir isso, né?
    Um super beijo ♥

    http://www.viajantedosonhos.com