11/07

Ontem

2222

É como se tudo voltasse a ser como era antes de nos conhecermos, sabe? Bem na época em que eu não estava esperando por nada de novo, e também na época em que eu arriscava qualquer coisa somente pela minha felicidade. Não precisava me preocupar com pessoas ao meu redor e muito menos com corações que seriam partidos, eu simplesmente pulava de grandes penhascos e me sentia livre, feliz. E foi aí que eu conheci você. E um dia, eu descobri que quando a gente começa a amar, cada  pedaço do nosso corpo reage à esse sentimento tão devastador.É, quem poderia me dizer o quanto amar dói?

Dentro de várias outras lembranças, nós descobrimos que já fomos muito felizes juntos, mas também descobrimos que aquelas brigas noturnas não paravam de acontecer todos os dias, e que as palavras machucavam cada vez mais. Era como se os momentos ruins ofuscassem os bons, mas claro que esse é só mais um dos meus dramas românticos, não é? Quem iria mesmo se importar com romantismo em pleno século XXI? Eu, oras.

Estou ouvindo vozes no meu ouvido agora, pessoas que me dizem o que fazer o tempo inteiro, e que não param pra escutar o meu choro vindo do banheiro. E aí você chega, e percebo que você me escuta e faz carinho no meu cabelo enquanto me abraça, e me diz que tudo vai melhorar. Eu acredito mais uma vez, o amor me deixa assim sempre. E aí todas as lembranças boas voltam a aparecer novamente, e o medo vai embora de uma vez.

Olho nos teus olhos, e me imagino com você pelo resto da vida. Lembro de uma de nossas histórias e você simplesmente rí, sem mais nada a declarar – é boba, ele esqueceu de novo- . Te chamo pra sair, mas você não quer sair de casa. Não reclama da rotina depois tá?  Te dou infinitos gestos de que quero você comigo pra sempre, mas a resposta é sempre a mesma.

Quanta dificuldade de entender que eu quero apenas uma noite com pipocas e filme de vez em quando? Ou uma saída pra ver o pôr-do-sol? Quem diria que estaríamos nessa situação agora, não é? Assistir filmes românticos não me fazem mais chorar , só consigo pensar que uma daquelas histórias poderia ser a de nós dois.

É como se tudo voltasse a ser como era antes de nos conhecermos, ninguém queria me mudar, ou esperar que eu mudasse. Não quero ser consertada. O amor é feito de defeitos também, e quem aprende a lidar com eles, aprende à amar. Você deveria entender isso hoje.

Jaqueline
Oi, eu sou a Jaqueline, mas pode me chamar de Jaque! Tenho 22 anos, sou formada em Administração de Empresas, apaixonada por livros e a louca da fotografia.Adoro dias frios, seriados (♥) e a combinação dos dois também. É aqui que compartilho meus sonhos, minhas alegrias e minhas incertezas. Esse é meu mundo na internet, espero que goste!
Você voltou
Só queria que soubesse
Começar de novo