25/06

Convergente (Veronica Roth)

resenha-convergente-1

E finalmente (ou não) terminei de ler uma das minhas séries de livros favoritas! Esse livro especialmente demorei muito para terminar. Comecei a ler no período em que as minhas provas finais do semestre estavam acontecendo e também quando estava começando a me organizar no trabalho e eu meio que me preocupava muito mesmo quando estava em casa.

Juro pra vocês que tô querendo mesmo é contar tudo o que acontece no livro e contar também a minha situação enquanto faço essa resenha, mas prometi pra mim que esse blog será livre de SPOILERS, mesmo que eu ame e não consiga fugir de alguns deles (sou ansiosa e curiosa, aff).

resenha-convergente-2

Sinopse:

A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. Em Convergente, o poderoso desfecho da trilogia de Veronica Roth iniciada com Divergente e Insurgente, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. O livro, que chega ao Brasil no momento em que Divergente estreia nos cinemas, alcançou o primeiro lugar na lista de bestsellers do The New York Times e foi o título mais vendido pela gigante Amazon no segmento infantojuvenil em 2013.

resenha-convergente-3

Convergente é o terceiro e último livro da série distópica que levou o nome do primeiro livro “Divergente”. Como já disse nas resenhas de “Divergente” e “Insurgente”, a autora tem uma facilidade incrível em nos prender na história. Algumas vezes queria chorar por não conseguir terminar o livro tão rápido quanto queria. Eu só pensava em como as coisas acabariam e na possibilidade da história mudar de uma hora para a outra.

Fiquei muito chocada depois que li “Insurgente”. A curiosidade sobre o que havia fora da cerca acabou comigo e de uma certa forma, quando soube,  fiquei um pouco decepcionada. Tinha uma expectativa enorme e infelizmente não me agradou nada.

resenha-convergente-4

Com as facções diluídas e com algumas pessoas querendo que o antigo sistema de facções voltassem a funcionar, surgem os Leais. O grupo busca uma maneira de descobrir o que há atrás da cerca. Nessa busca, Tris finalmente descobre uma maneira de saber mais um pouco de sua história e do passado de seus familiares.

resenha-convergente-5

resenha-convergente-6

resenha-convergente-7

resenha-convergente-8

resenha-convergente-9

Convergente conta com uma narração diferente dos volumes anteriores. Tris e Tobias dividem alternadamente (mais ou menos) os capítulos. Eu gostei muito de ver como Tobias se sentia e em como os dois personagens cresceram e amadureceram tanto no relacionamento. Esse aspecto é muito mostrado em Convergente, mas confesso que não notei muita diferença na forma com que Tobias e Tris se expressavam. Algumas vezes precisei voltar o capítulo e ver quem realmente estava narrando.

resenha-convergente-10

resenha-convergente-12

Convergente é o livro mais paradão dos três e mostra muito mais de sentimentos, relacionamentos e amizades.

resenha-convergente-11

O final me acabou por inteiro.

Foi o livro que mais me fez sofrer (juro). Pensava que aquela história de que as pessoas sofriam por dias por conta de finais de livros que adoram eram pura mentira, mas descobri que é assim mesmo! E é muito ruim!

Tá, o livro não foi ruim. Mas eu imaginei um final tão diferente do que realmente foi e fiquei com muita vontade de matar a autora. Acredito que os verdadeiros fãs da história também concordam, o final épico não existiu. Foi bonito, foi. Mas não foi incrível.

Nota:

♥♥♥♥

resenha-convergente-13

Jaqueline
Oi, eu sou a Jaqueline, mas pode me chamar de Jaque! Tenho 24 anos, sou formada em Administração de Empresas, apaixonada por livros e a louca da fotografia.Adoro dias frios, seriados (♥) e a combinação dos dois também. É aqui que compartilho meus sonhos, minhas alegrias e minhas incertezas. Esse é meu mundo na internet, espero que goste!
Anexos (Rainbow Rowell)
Insurgente (Veronica Roth)
Mentirosos (E. Lockhart)


 

  • Ai, vejo suas resenhas e tenho tanta vontade de ler, mas me falta tempo 🙁
    Adoro as fotos sempre!

    Beijos da Sally!

    • Também tenho esse mesmo problema, Sally! Leio quando vou pro serviço e antes de dormi.

  • Oi, Jaque, tudo bem?
    Me identifiquei completamente com sua reação! Quando descobri o que havia do lado de fora eu fiquei tãão decepcionada! A gente termina insurgente e imagina mil coisas, né?
    Quanto ao final, nem me fale! </3 Achei que a trilogia merecia mais… Não é que foi ruim, mas a história tomou um rumo muito "nada a ver" – Pensa no começo do primeiro livro e no final do último. Não parece a mesma história!
    Enfim, é controverso… Precisava desabafar! haha
    Beijinhos :*

    • Quando eu terminei, fiquei desesperada! Não gostei nada do final e esperava uma coisa totalmente diferente. 🙁

  • Amei sua resenha de Convergente, o que me deixou ainda mais ansiosa para lê-lo. To na metade de Insurgente e não sabia o que esperar pela frente, mas concordo com vc: tem horas q dá vontade de chorar por não conseguir terminar logo. Devorar página por página! rs
    Adorei o blog, não conhecia, mas agora irei acompanhar de perto! ;]