13/12

Só queria que soubesse

texto

Sou uma pessoa incrivelmente fácil de lidar, conheço pessoas todos os dias e desses minutos de conversas jogadas fora sempre levo um pedacinho de cada uma comigo. Acho que por isso que aprendi a entender diferentes situações e ter paciência para saber se aquela hora é mesmo a certa. Assim penso sobre você.

Quando te conheci, pensei que nunca poderia me relacionar com uma pessoa tão diferente de mim, mas dei espaço para te conhecer melhor e conseguir encontrar pontos em que nós tínhamos em comum, e não é que encontrei? Você tinha sonhos grandes e perfeitos como os meus, queria ter uma família grande e feliz, só não concordávamos com o tamanho do cachorro que teríamos, mas já eram grandes passos né?

Foi aí que você mudou, eu mudei e nossos planos simplesmente se desencontraram como se nunca tivessem sido os mesmos. Eu cedi, você cedeu, mas nossos corações e nossas cabeças estavam completamente desconectados. Foi aí que você teve a dúvida mais cruel e infeliz do mundo e eu não consegui seguir em frente sabendo que você não estava ali comigo por completo. Ainda tenho facilidade em conversar, entender e me relacionar com as pessoas, mas agora ficou um pouco mais difícil em um aspecto importante: confiar.

Isso mesmo, confiança é o que tem sido mais difícil de recuperar, não só com você, mas com todos os que me cercam. Parece que quando passamos por situações em que a confiança é perdida, a gente fica com muito medo de que tudo aconteça novamente, e que o nosso coração se quebre em pedacinhos como na última vez. Eu não queria ter perdido aquela coisa maravilhosa que nós tínhamos quando nos encontrávamos, ou aquele sorriso que eu soltava quando você chegava de surpresa com o meu chocolate favorito.

Mas acabou. Um história com tantas vírgulas e dúvidas não merece mais um recomeço como imaginei que poderia acontecer. Eu estou feliz agora, só queria que soubesse.

Jaqueline
Oi, eu sou a Jaqueline, mas pode me chamar de Jaque! Tenho 22 anos, sou formada em Administração de Empresas, apaixonada por livros e a louca da fotografia.Adoro dias frios, seriados (♥) e a combinação dos dois também. É aqui que compartilho meus sonhos, minhas alegrias e minhas incertezas. Esse é meu mundo na internet, espero que goste!
Me basto
Foi-se o tempo
Das cartas que eu nunca te escrevi – Blogagem coletiva ROTAROOTS


 

  • Realmente confiança é uma coisa/pessoa, fragiliza a mesma em todas as outras. Aconteceu comigo uma vez e até hoje não consegui recuperá-la por completo.

    Beijos,
    posrealidade.blogspot.com.br