29/01

Quer saber?

quer-saber

Se decepcionar é fácil. Tentar fazer as coisas acontecerem é que é difícil. Você com esse seu sorriso bobo e com essas palavras “sem filtro” me fizeram cair direitinho, em? Acho que você ainda não percebeu que eu já estou mais que vacinada para essas coisas. Eu cheguei a pensar em você como um parceiro pra mim, um cara que estaria ao meu lado nas piores situações. Um cara que me faria feliz.

Percebi que isso não aconteceria quando pisou na bola de novo e me fez finalmente desacreditar em tudo o que eu tinha traçado pra nós.  As vezes eu penso que é questão de maturidade e até tento desculpar, mas não. Não faz o menos sentido aceitar tudo o que você faz porque você é imaturo. Não faz o menor sentido aceitar tudo o que você faz porque você é imaturo. Não faz o menor sentido acreditar de novo, e sim, quando algo não faz sentido a gente precisa pensar bem e finalmente ver se há algo errado.

Estou em uma fase em que eu não vou levar numa boa estes teus erros idiotas e simplesmente deixar passar. Acho que ninguém deveria estar numa fase tão idiota. O amor não é mais sinônimo de “deixar passar” e  muito menos de “aceitar tudo”. Tá, eu sei. São os sentimentos que nos movem e blá blá blá. Sei exatamente como é se sentir insegura o suficiente e aturar tudo o que você fez de ruim pra mim. Tudo o que você não quis que eu visse.

Por mais que eu tente ser forte, eu não quero. Não quero me dar a chance de ser magoada de novo, já me magoei demais. Você era uma experiência nova, eu sai da “caixinha” pra viver tudo isso, mas, meu amor, você bem que deveria entender que “quando um não quer, dois não brigam”, ou seja lá como for essa frase estúpida.

Você foi a pessoa em que eu mais me arrisquei. Em que eu acreditava com o coração. Até mais do que você mesmo.  Você era exatamente o meu oposto. E , vai, eu até acreditei naquela história que os opostos se atraem, acho que pra ter uma resposta na ponta da língua quando me perguntassem da gente.

Você sabe que eu sou a fiel defensora do amor, sempre fui. Sacanagem sua ter mentido sobre o que realmente sentia em troca de carinho, compreensão e uma paixão passageira. Sacanagem ter  pensado que eu não seria capaz de encontrar alguém que me desse o que você nunca conseguiu me dar, que eu não seria capaz de ser feliz sozinha. Porque, querido, eu sou capaz.

Sou capaz de continuar seguindo o meu coração e ter o mundo em minhas mãos. Não da forma negativa, digo, eu sou capaz de seguir os meus sonhos e não depender desse sentimento que alimentei por você. Eu fui tola, confesso. Mas, mais tolo ainda foi você que não acreditou naquela história de que eu compreenderia se houvesse sinceridade.

Sinto muito, mas você foi tolo o suficiente pra imaginar que eu faria o que fosse preciso por nós. Porque eu não o faria. Não o farei.

Jaqueline
Oi, eu sou a Jaqueline, mas pode me chamar de Jaque! Tenho 22 anos, sou formada em Administração de Empresas, apaixonada por livros e a louca da fotografia.Adoro dias frios, seriados (♥) e a combinação dos dois também. É aqui que compartilho meus sonhos, minhas alegrias e minhas incertezas. Esse é meu mundo na internet, espero que goste!
Ele, eu e o “nós”
Me diz
Você voltou


 

  • “Você foi a pessoa em que eu mais me arrisquei. Em que eu acreditava com o coração. Até mais do que você mesmo. ”

    Amei o texto! Sincero, profundo e real. Do jeito que gosto de escrever e de ler. Parabéns! ♥