12/03

Resenha – Divergente (Veronica Roth)

resenha-divergente

Divergente é o primeiro livro da série distópica escrita por Veronica Roth, é o primeiro dos volumes que incluem “Insurgente” e “Convergente”. A história se passa na cidade de Chicago, em um futuro distante onde a sociedade decidiu se dividir em cinco facções para que pudesse sobreviver em harmonia: Abnegação, Erudição, Amizade, Franqueza e Audácia.

Cada uma das facções tem uma certa característica que dá o seu nome, e cada uma das pessoas precisa pertencer a uma só e agir de acordo com ela para o resto de sua vida.

Beatrice ou Tris (como preferir) nasceu na Abnegação e acaba de completar 16 anos, por regra todos os jovens que completam essa idade precisam fazer o Teste de Aptidão. Esse teste ajuda os jovens a escolherem o caminho que deverão trilhar na Cerimônia da Escolha, onde demonstrarão se vão ou não abandonar suas famílias para seguir a facção que escolher.

Tris não tem um resultado convincente em seu teste de aptidão, seu teste foi inconclusivo, tornando-a Divergente.

resenha-divergente3

A leitura flui muito bem e o livro é leve. Apesar de ser grande, demorei pouco tempo para terminar de ler tudo, perdi algumas horas de sono porque não consegui parar. Gostei muito da forma como a autora escreve, ela não nos deixa respirar e cada capítulo se torna cada vez mais incrível no decorrer da história.

resenha-divergente1

resenha-divergente2

resenha-divergente4

resenha-divergente5

No começo não me dei muito bem com a Tris, as suas atitudes pareciam muito infantis para uma protagonista, mas com o decorrer das páginas foi se tornando madura, tomando decisões cada vez melhores e foi crescendo na facção escolhida da melhor forma possível.

A gente também não escapa de ver situações que nos tiram o fôlego, Quatro é sem dúvida o meu personagem favorito desde o início. Ele e Tris formam um casal completamente surpreendente, mas que dá muito certo. Também não faltaram páginas cheias de adrenalina, lutas e muita emoção.

O livro é dividido em capítulos nem grandes e nem pequenos. Mas a gente nem se importa com isso na maioria das vezes. São 504 páginas apaixonantes. No Brasil, o livro foi lançado pela Editora Rocco.

Nota:

♥♥♥♥♥

Para comprar.

Já tô ansiosa para o próximo, comprando agora!

Vocês já leram “Divergente”? O que acharam?

Jaqueline
Oi, eu sou a Jaqueline, mas pode me chamar de Jaque! Tenho 22 anos, sou formada em Administração de Empresas, apaixonada por livros e a louca da fotografia.Adoro dias frios, seriados (♥) e a combinação dos dois também. É aqui que compartilho meus sonhos, minhas alegrias e minhas incertezas. Esse é meu mundo na internet, espero que goste!
A probabilidade estatística do amor à primeira vista (Jennifer E. Smith)
Resenha: A menina que colecionava borboletas
Resenha – Julieta de Anne Fortier


 

  • Oi flor, já li divergente e devorei o livro rapidinho. Amei tudo, e cada página é apaixonante. Tô louca pra ver o filme, acho que vai ser incrível. Adorei a resenha e o blog, é uma graça 🙂
    Visita meu blog flor?
    http://www.biblioteque-se.blogspot.com

    beijaaao

  • Oi adorei sua resenha…mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei… se trata de um livro arrebatador…ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos…..e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história…..acesse o link da livraria cultura e digite reverso…a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. http://www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..