02/11

22 coisas que aprendi em 22 anos!

look-1

Vi esse post no blog da Dani (visitem, é amor ♥) e resolvi fazer igual porque adorei o propósito incrível dele. Além de super inspirar as pessoas, a gente pode fazer uma avaliação de nós mesmos mostrando tudo o que a gente aprendeu com o decorrer dos nossos anos. Também é legal perceber que não é só a idade que chega, mas também o amadurecimento interno.

Meu aniversário foi em agosto, mas acho que é válido falar um pouquinho aqui do que aprendi nesses 22 anos e alguns meses de vida 🙂

1-não me importar com o que os outros pensam

Definitivamente foi muito complicado pra mim deixar de me importar com o que os outros pensavam de mim e do que eu fazia. Eu fui criada tendo que pensar primeiro em “olha o que vão pensar de você fazendo isso” e, por mais da metade da minha vida eu pensei assim. Quando eu finalmente coloquei na cabeça que minha maior meta de vida era SER FELIZ, dei as costas para esse pensamento tão SÉCULO PASSADO e liguei um botãozinho tão conhecido por aí.

2- aprendi a me posicionar e argumentar quando necessário

Costumo acreditar que se eu não tenho conhecimento de um determinado assunto, é necessário ficar CALADINHO (por enquanto). Ouvir nessas situações é crucial. Daí, você escuta, depois você pesquisa, aprende e aí você volta e debate da forma MAIS EDUCADA POSSÍVEL. Porque também não adianta entender de um assunto e ser grosso por isso. Aprendi que é muito bom argumentar, mas que pensar antes disso é muito muito importante.

3- que não é porque eu sou mulher que sou obrigada a ser uma mocinha (não mesmo, caras)

Uso batom escuro, me visto de preto, saio de tênis e shorts e CONTINUO SENDO UMA MULHER. Nesses anos de vida, já conheci muitas PESSOAS machistas (sim, pessoas, não caras). Já me deparei com situações ridículas e pensamentos mais antigos que a minha vó. Pessoas que simplesmente entendem e pregam que pra eu ser mulher, preciso usar vestido, saia, salto e maquiagem (ah, e que seja no tom mais claro possível, mocinha). Será que dá pra entender que eu faço o que eu quero? Que eu ajo da forma que eu quiser? E que não, tio, eu não quero ser uma mocinha. Obrigada!

4- aprendi que as vezes é necessário pensar de menos (pra aproveitar cada nova oportunidade que surge)

Já pensei demais (ainda penso, confesso) e me arrependi muito por isso. As oportunidades que a vida dá são únicas e eu sei muito bem como é se arrepender de não feito algo. Se você acha que vale a pena, vá!

5- apenas os amigos verdadeiros ficam

Não adianta ter 515151615 amigos, os verdadeiros a gente conta nos dedos.

6- as vezes a nossa melhor companhia é um livro

Eu amo ler. Parece que quando faço isso, eu entro em um universo paralelo cheio de coisas novas para descobrir. Os livros tem a capacidade de nos fazer imaginar tudo, a trilha sonora, as características dos personagens e até o que eles estão sentindo. É tão mágico e nos traz tanta coisa boa pra vida que eu indico sempre!

7- aprendi a me amar mais

São os pequenos passos que fazem a gente se amar de verdade ♥

8- aprendi a me virar e não depender dos outros (melhor coisa eveeeer)

Se você pode fazer sozinha, faça. Não é pecado querer ser independente. É maravilhoso!

9-aprendi que é melhor largar o celular e socializar (nem tudo no mundo precisa ser registrado)

Acho que aprendi isso porque detesto quando fazem isso comigo. Então, quando percebo que todo mundo tá pegando o celular, começo um assunto na hora.

10- aprendi que a pressa definitivamente é inimiga da perfeição

Sou ansiosa ao extremo, mas nem tudo na vida tem que acontecer no momento que a gente quer. As melhores coisas a gente consegue aos pouquinhos ♥

11- aprendi que é maravilhoso aproveitar os momentos com quem a gente ama (nunca se sabe o dia do amanhã, não é mesmo?)

Aproveitar cada segundo com quem a gente ama é importante demais. Percebemos que aquilo não vai durar pra sempre e que por mais que a gente queira com todo o coração, não dá pra voltar no tempo.

12- aprendi a ser mais compreensiva

Ouvir. Comecei a fazer esse exercício e de verdade compreender o que as pessoas estavam passando. Isso me ajudou a me colocar no lugar das pessoas e agir de maneira diferente em algumas situações.

13- aprendi que já tô velha demais pra ir à balada (aceitem, migos)

Não tenho ânimo pra sair pra balada (fui uma vez na vida pra nunca mais). Prefiro mil vezes um lugar quieto pra conversar, um filme pra assistir ou um livro pra ler mesmo. Amo/sou tranquilidade em pessoa, haha.

15- aprendi que se a gente quer algo, a gente tem que lutar

Nada cai do céu e eu tive que aprender isso na marra mesmo. Consegui meu estágio há algum tempo e depois fui contratada pela mesma empresa. Antes disso eu já fotografava e fazia cursos pela internet pra melhorar cada vez mais, Também comprei meu carro ultimamente e sou muito grata por isso, mas ó: Haja muita determinação e esforço.

16 – aprendi que não sou obrigada

EU NÃO SOU OBRIGADA A NADA E NÃO QUEIRA ME FAZER TE RESPONDER ISSO NA CARA.

17- aprendi que a gente tem que ser feliz em todas as áreas da nossa vida e se não for possível, continue a nadarrrrrr

Não há nada que eu faça na vida (ou continue a fazer) que me faça infeliz. Não importa a grana, eu sempre vou procurar minha felicidade antes de qualquer coisa.

18- aprendi que o respeito é a melhor coisa que já inventaram

Se há respeito, há tudo. Não interessa o quanto você não gosta de determinada atitude de uma pessoa, respeite.

19- aprendi que todos somos diferentes e que não adianta querer mudar ninguém

Da pior forma possível, eu aprendi que as pessoas só mudam se eles quiserem e que sua opinião de nada vale. Somos diferentes e temos objetivos de vida diferentes, não adianta querer mudar ou se abater por isso.

20- aprendi que o dinheiro muda as pessoas, mas só se ela permitir

Em pouco tempo no mercado de trabalho aprendi que o dinheiro é o que move. Mas que apenas alguns se deixam levar por isso. Há humildade no mundo, BRASEEEEL!

21- aprendi que os melhores momentos são os mais simples

Não adianta me levar pra fora do Brasil. Se você cantar pra mim em uma noite quente de verão, eu vou gostar ainda mais.

22- aprendi a esperar que coisas melhores surjam

Esperar nem sempre é ruim, as vezes as coisas boas estão chegando.

Jaqueline
Oi, eu sou a Jaqueline, mas pode me chamar de Jaque! Tenho 22 anos, sou formada em Administração de Empresas, apaixonada por livros e a louca da fotografia.Adoro dias frios, seriados (♥) e a combinação dos dois também. É aqui que compartilho meus sonhos, minhas alegrias e minhas incertezas. Esse é meu mundo na internet, espero que goste!
15 coisas boas que aconteceram em 2015
Resenha – Julieta de Anne Fortier
1 mês em 1 post: Maio


 

  • Jaque, fico imensamente feliz em ver que você aprendeu MUITA COISA! Quem dera eu tivesse aprendido metade dessas coisas aos meus 22 anos, quem dera… Acho que tenho muito o que caminhar, aprender mas um dia eu chego lá, sei que chego.
    Algumas coisas o Lucca tem me ensinado a ser e fazer (isso tem me feito um bem enorme) mas outras depende inteiramente de mim, nada menos que isso. Aí sim as coisas vão demorar um pouco mais porque sou meio cabeça dura… :$
    Adorei muito o post!
    Beijos!

    • @Jeh Asato, oi!
      Muita gente diz que sou hiper madura pra minha idade. E sabe? Pra aprender tudo isso aí, eu errei muuuuito mesmo, até acertar.
      Eu tô torcendo muito pra que você aprenda cada vez mais, com o Lucca e com a vida ♥
      É sempre tão bom ter a sensação de dever cumprido em algumas áreas da nossa vida!

      Um beijo, e obrigada pelo comentário lindo!

  • Jaque, fiquei curiosa agora: você é feminista?
    Ah eu também amo ser independente. Melhor coisa da vida!

    • @Beatriz Ferreira, Oi, sou sim! <3
      Ser independente é incrível e a gente se acha incrível sempre por isso. Adoro fazer minhas coisinhas, pensar em projetos e me organizar sozinha.
      Beijos

  • Já contei que acho lindo teu blog? Já né?
    Nossa, como você lembra uma amiga minha O.O impressionada!
    Quanta coisa a gente vai aprendendo com o passar dos anos não é? De fato, os anos trazem muita sabedoria e tenho certeza que vai aprender muito muito mais!! Sempre pensei em fazer um post assim mas não consigo pensar em 25 coisas D: #sorrybaby
    Muito sucesso pra você querida! \õ
    Valeu a pena esperar

    • @Jéssica Mendes, hahahaha <3 obrigadaaaaa! (ps: quero ver foto da sua amiga!)
      O tempo nos ensina muito mais do que a gente imagina, Jé! Eu pensei que não conseguiria listar 22 coisas, mas quando cheguei na 10, saiu tudo disparado da cabeça, hahaha Tinha até coisa a mais que eu queria colocar, mas o objetivo era apenas 22 então tive que deixar de lado 🙁
      Beijos!

  • Oi Jaque!
    Me identifiquei MUITO com alguns itens,como os 5,7,8,9,11 e 18.Agora,rindo desde ontem com o número 16,haha Me identifico também com muitas características sua Jaque,parece às vezes que você é minha amiga.
    Gente,vou fazer 22 em três meses!!E para variar um pouco,dessa vez vou deixar um comentário grandão (como nos antes) aqui.Nos últimos meses principalmente aprendi de vez algumas coisinhas.Entrei em 2015 sem esperar NADA,mais foi um ano que entendi algumas coisas e ele me deu mais do que esperei,pelo menos internamente.

    1-Que se eu quiser rever gostos,para o que digo sim ou não e resolver mudar até meus gostos mais antigos,tudo bem,sabe?Tudo bem.
    2-Que as pessoas podem ser muito falsas.Elas podem sorrir na sua frente e te “esfaquear ” pelas costas.Nem todo mundo é que faz parecer ser.Só conhece quem convive.
    3-Cada cabeça é um mundo.Minha opinião infelizmente não vai mudar muita coisa.Eu posso tentar,mais de não der certo,insistir só vai dar briga.Deixa pra lá.
    4-Que eu não preciso de todas as coisas que eu achava que precisava.Nos últimos dois meses estou ficando tão minimalista que me assusto.Mais tô aceitando,faz parte do item 1 lá de cima.
    5-Que nem todo mundo que se diz evangélico é cristão correto,muitos nem deveriam dizer que são.Isso me afligia muito antes,mais eu vou continuar fazendo as coisas corretas,independente se evangélicos assim forem a minoria.A minha vida espiritual é só minha com Deus.
    6-Que eu tenho direito a uma opinião e ninguém pode dizer que eu não tenho direito ou me atacar por isso.Essa eu tô aprendendo aos pouquinhos.
    7-Tudo bem eu ser politicamente correta (risos).Algumas pessoas me achavam certinha demais só porque não bebo,fumo,chamo palavrão ou não gosto de conteúdo com apelo sexual ou homossexual.Eu apenas não gosto e tudo okay!
    8-Há amizade entre homem e mulher sim!!Sinto muita falta dos (poucos) caras com quem fiz amizade de verdade no colegial.Até hoje eles são legais comigo e eu chego a passar anos sem vê-los.
    9-Que eu vou me vestir como eu quiser e achar correto.Vou usar batom escuro,tênis com saia,cortar o cabelo curtinho,pouca maquiagem,usar óculos grande,trocar bolsa por mochila e ser eu mesma.
    10-Minha tristeza não é frecura.Se a gente está mal é porque tem algo errado para nós e isso quer dizer que algo tem que mudar.Eu vivi ignorando meus momentos tristes e por isso chorava “sem motivo”.Mais isso acabou,aprendi a entender minha tristeza.

    Amei teu post Jaque!Boa semana para você <3

    • @Layni, meu amor que COMENTÁRIO MARAVILHOSO! Amei saber de coisas que você aprendeu, e olha, até me identifiquei com algumas: 3,8 9 e 10!

      Essa número 16 eu tô quase escrevendo na testa pq MERMÃ, QUE POVO MAIS CHATO! HAHAUHSUAUAHSUH
      Você já é amigona, sem mais!

      Adoro seus comentários enoooormes, me divirto lendo e me sinto muito próxima!
      Um beijão,
      Jaque

      PS: Conta o dia do seu aniveeeerrr <3