30/04

Fechada

morning bride makeup

“Mas acontece que, um dia, por notarem o seu jeito não tão aberto e receptivo, a chamaram de coração de pedra. Naquele momento, por mais que ela estivesse perfeitamente acostumada a ser do jeito que era, doeu um pouco. O coração vacilou e a pedra foi uma pedrada – deferida de forma certeira em sua direção.” (Depois dos Quinze)

E é assim que tenho me sentido desde então. Fechada. Lacrada. Sem expressão. Sem nada.

Pra mim, eu era uma garota extrovertida, cheia de sorrisos e felicidades pra dar e vender. Para os outros, eu era alguém que não sentia amor, não sentia nada. Era quebrada.

Eu me fiz ainda mais triste e ainda mais fechada, como nunca fui.

Talvez eu ainda sinta.

Talvez eu ainda tenha intensidade.

Talvez eu ainda sinta amor.

Talvez eu ainda guarde os meus sorrisos.

Mas, você se importa!?

 

Jaqueline
Oi, eu sou a Jaqueline, mas pode me chamar de Jaque! Tenho 22 anos, sou formada em Administração de Empresas, apaixonada por livros e a louca da fotografia.Adoro dias frios, seriados (♥) e a combinação dos dois também. É aqui que compartilho meus sonhos, minhas alegrias e minhas incertezas. Esse é meu mundo na internet, espero que goste!
TAG: Know Your Blogger
Como aprendi a me amar? #meamoassim
Decorando o planner com Washi Tapes


 

  • Hum…sempre tive curiosidade de perguntar,mas tinha receio de parecer intrometida,rs:Seus textos são sempre baseados em fatos reais Jaque?Eles são sempre muito sinceros e por isso pergunto 🙂

    • Oi, nem sempre! A maioria com certeza é baseada em fatos reais, mas tem uma minoria que não é.

      Obrigada! 🙂